Olá leitores do Manual da Tecnologia! Como vocês sabem, disponibilizamos uma série de imagens de logos e emblemas de times para você personalizar o seu PES 2013.

PS3, PC, tudo estava dando certo. Até chegar ao Xbox 360. Um erro em três passos, que dividiremos nessa postagem e explicaremos aos leitores:

 

Falta de especificação da Microsoft

Bom leitores, essa postagem terá algumas explicações técnicas. O PS3 e o PC usam o formato PNG para moldar suas imagens. Até aí perfeito. Mas o 360 não consegue. As imagens de logo estão em um formato muito mais complicado de ser atingido, o .bin.

É aí que você se pergunta, então porque não por o .bin no jogo? Explicaremos adiante. Mas vale comentar a falta de preparo da equipe técnica da Microsoft ao não especificar o tipo de imagem que o seu console renderiza.

PES 2013 e Xbox

 

Como entrar no console?

Mesmo que estivéssemos com imagens .bin, o que a equipe do Manual conseguiu fazer, não teria modo dentro do editor disponibilizado pela Konami para colocar essas imagens. Já prevendo a dificuldade de se obter imagens em .bin, a equipe de desenvolvedores retirou a possibilidade de se importar imagens externas para dentro do jogo (Não tem a opção “Importar Dados” no PES do Xbox).

Assim, só teria um modo de colocar as imagens, por isso tem gente que conseguiu. Mas o Manual não compactua com esse tipo de ação. São os patches.

 

Patches, como jogar no lixo o trabalho de um homem

Bom leitores, o porquê de não usar patches. Muitos de vocês já ficam indignados quando dizemos que patches não são soluções. São problemas. Aqui vão as razões.

Trabalho de um homem no lixo!O conteúdo não é feito pela empresa, ou por um site confiável. Quem faz um patch não tem o mínimo respeito pelo trabalho alheio, e consequentemente, muito menos pelo seu console.

Por isso, muitos patches vêm com erros graves, que podem facilmente destruir seu console, ou vírus que irão infestar o seu computador.

Explicando melhor, os patchs modificam arquivos do próprio jogo ou save, mas esses arquivos são alterados a cada PES (2011, 2012, 2013…) e a cada atualização, sem falar que existem diversas versões continentais do PES 2013. Então, a probabilidade de acontecer algum erro no futuro ou até mesmo na hora de substituir os arquivos são grandes, pois se eles forem alterados a substituição que o patch provoca pode não ocorrer como esperado. Basta ter o mínimo de noção de desenvolvimento de jogos para perceber isso.

Fizemos um pequeno patch para chegarmos a conclusão acima, e consequentemente não iremos deixar vocês passarem riscos. Então o que o Manual faz é disponibilizar meios de editar por meio do jogo, não por programas externos.

Isso porque, além desse perigo, pense o seguinte. São necessárias várias pessoas para que o sistema de edição fique pronto para você usufruir. E o do PES é bem completo, mesmo não tendo esse detalhe das imagens.

A Konami não possui direitos de distribuição da liga Inglesa. Poe a liga porque, mesmo contando com os jogadores, os times são tão genéricos como os da Liga PES, e portanto, passíveis de edição. Se editamos como os da vida real, ai já é com a gente.

Só que o patch faz é invadir o sistema de edição. É trocar os arquivos originais por outros. É jogar no lixo o suor de vários homens, e editando o código já pronto, o que é fácil. Fazer você ter um jogo fora do padrão, com dados corruptos, o que com certeza lhe dará alguma dor de cabeça.

 

Dor de cabeça

Portanto, não tem como colocar as imagens no PES 2013. Passamos uma semana tentando, teve momentos que chegamos bem perto, mas infelizmente, nenhuma solução se mostrou satisfatória. 

Mesmo assim, não deixe de curtir nossa página no Face e assinar nosso feed. Possuímos muito conteúdo de qualidade, veja nossa Especial PES 2013, que você não pode deixar de conferir. Fique atento para novas postagens, e as divulgue também. Mil abraços, e até a próxima:

 

Marcelo da Silva – Equipe Manual da Tecnologia