Aprenda a como negociar jogadores no FIFA 13

Olá leitores do Manual da Tecnologia! Hoje venho ensinar a vocês a como contratar com qualidade no FIFA 13, em todas as suas versões.

Diferente de outros modos, como a Master Liga, o Manager Mode traz uma abordagem completamente realista e complicada, exigindo a noção de vários fatores do comprador para que ele faça a compra correta. Por isso, o Manual, como sempre, está aqui para te auxiliar na compra.

Vou dividir essa postagem em três partes, a para times pequenos, times médios e times grandes. Mas antes darei um guia geral, para entendimento de todos, e no final um guia de vendas. Por isso, confira tópico a tópico, e use a que lhe convier:

FIFA 13 

 

Como contratar bem (geral)

Primeiramente, você tem que ter a noção de que para contratar bem, você tem que levar em conta diversos fatores. Não é algo mecânico. É necessário pesquisa e estratégia de contratação.

Primeiramente, a dica é, no começo de temporada, analisar sua equipe. Ver os pontos frágeis de sua formação, os pontos em que há excesso de jogadores, e anotar tudo em uma folha de papel.  A parte fundamental é a análise do seu time.

Outro ponto, que você deve por na sua mente, é que o FIFA preza em realismo. Logo, em suas simulações, seus jogadores não são números, mas sim pessoas, e você tem que administrar a felicidade deles. Vamos aos fatores que você deve analisar antes de contratar alguém.

 

Use o sistema de busca, eficientemente

O FIFA possui milhares de jogadores. Por isso, é necessário usar o sistema de busca eficiente. Por isso, preencha todos os dados, com dinheiro máximo que quer pagar, uma liga de interesse, idade, preencha TUDO, assim a busca se reduzirá a poucos nomes e ficará mais fácil achar o jogador ideal.

 

Não se prenda a OV 

Não se prenda a OV de jogador. Se prenda as características dele. De que adianta um meia lateral forte, se o outro, com menos OV, dribla melhor e é mais rápido? Por isso, olhe as habilidades, e compare com seus jogadores. São mais importantes do que valor de OV.

 

Liga onde o jogador participa

Uma grande dica é nunca contratar nenhum jogador que joga na mesma liga em que o seu clube, pior ainda se for rival. A chance de seu jogador ser hostilizado pela torcida é grande, e isso dificulta a adaptação. Alguem lembrou de Fernando Torres?

 

Importância no time

Ao escolher um jogador, avalie a importância que ele tem para o elenco. Caso o jogador for importante, prepare para pagar valores a mais no jogador.

 

Idade

O ideal de um time titular é conter jogadores de 23 a 29 anos, com duas estrelas mais velhas, e duas estrelas no auge, para não causar competição interna. Por isso, pense bem antes de contratar um Neymar, jogador que ainda não está pronto, e que não está preparado para ficar em um time titular, mas também não se acha digno de ficar no banco.

 

Posições de seus jogadores

Levando como exemplo, o Chelsea. De goleiro, eu tenho Petr Cech, referência mundial no gol. Até o momento onde Lloris, jogador mais novo, e com OV maior, se diz descontente no Tottenham. 

Não contrate. Pense bem, o Cech ainda renderá muito. Vale mais a pena investir em um goleiro novo, e reserva, para substituir Cech em sua aposentadoria.

Contratar jogadores em posições já consolidadas leva a separação de elenco, e por isso, tome muito cuidado, só contratando se for, por exemplo, um Cristiano Ronaldo, ou se a sua estrela é muito ruim.

 

Use a imprensa

Uma dica muito importante é sempre usar a imprensa a seu favor. Procure jogadores que estejam infelizes no clube. Dá para ver ao selecionar o jogador na lista de procura.

Caso isso ocorra, pergunte sobre o jogador para o time, várias vezes, para especular o jogador na mídia. Quanto mais fazer isso, mais ele se sentirá tentado a sair e pedirá transferência, abaixando muito o valor do jogador.

FIFA 13

 

Contratando bem em times pequenos

O primeiro problema de um time pequeno é conhecer sua formação. Diferentemente dos times grandes e de grande força na mídia, esses times menores possuem jogadores que você provavelmente nunca ouviu falar na vida. Você não entende nada do modo de jogo do time, muito menos como arrumar sua formação.

Por isso, reserve os dois primeiros amistosos para você conhecer o time, ver as estrelas e ver os pontos fracos do time. Não se esqueça, é necessária uma folha de papel para anotar tudo isso, pois é fácil se perder.

Depois de anotadas as posições de sua formação que há necessidade de comprar novos jogadores dêem preferência, primeiramente, a empréstimos. Sai mais barato, e todo o dinheiro que você acumular em prêmios servirá para contratações na segunda temporada.

Fique no máximo com três jogadores emprestados, para não desestabilizar a equipe. Ganhando as competições e ganhando mais dinheiro, abandone os empréstimos e comece as contratações de verdade, seguindo os critérios acima estabelecidos.

 

Contratando times médios

Aqui, primeiramente, pense em dois tipos de investimento. O primeiro, pensando em empréstimos. Diferente de times pequenos, empreste o jogador já com uma cláusula de compra no fim do contrato, para você juntar o dinheiro para comprar.

No caso de compra de jogadores, se for para gastar, abra os cofres, e compre a mega estrela. Ela atraíra atenção para o seu time, e quanto mais mídia, mais os outros jogadores se sentirão atraídos por seu clube, facilitando as vendas de jogadores.

Aqui, você também já pode emprestar seu time de base para ganhar experiência.

Contratando times grandes

Para contratar em times grandes, tenha em mente que um time grande já possui um time titular estabelecido. Então só contrate para o titular em caso de substituição, ou para o time reserva.

Na primeira opção, vou citar novamente o Chelsea. Em uma das minhas carreiras, vendi o Mikel, por não gostar do jogador. Precisando de um substituto bom e barato, recorri ao Pirlo. Ótimo jogador, e como cansa demais, é fácil substituí-lo por meus volantes novatos para ganharem experiência, até o Pirlo aposentar.

E também empreste TODOS os seus novatos mais fracos. Assim você vê aqueles que evoluem mais, e pode liberar os que evoluem pouco para liberar espaço no time.

FIFA 13

 

Vendendo com Sabedoria 

As chances de errar numa venda de um jogador são grandes. Por isso, colocarei algumas dicas divididas em parágrafos.

Leia sempre todos os detalhes do contrato. Às vezes você acha que está emprestando o jogador, e no fim, adeus Lucas Piazon.

Nunca, em hipótese alguma, venda a estrela de seu time. Só se ele estiver descontente com o clube, mas em caso contrário, não venda. Achar uma estrela é raríssimo, e esses jogadores evoluem muito a moral do time. Não se seduza por dinheiro.

Não pense duas vezes em vender jogadores que se tornaram inúteis. Caso eles não sejam essenciais ou estrelas, os venda sem dó. Manter pesos mortos não é eficiente.

 

Veja também:

Bom leitores, é isso. Caso ainda possua alguma dúvida, comente. Não se esqueça também de curtir nossa página no Facebook (Saiba as vantagens), assinar nosso feed e comentar com a sua opinião. Abraços:

Marcelo da Silva – Equipe Manual da Tecnologia



Sobre Marcelo Silva

Meu nome é Marcelo, criei esse site com o Lucas há um tempo atrás para poder divulgar minhas ideias sobre os games para o mundo. Após muita pesquisa, anos de trabalho e dedicação, estamos fazendo um ótimo trabalho, e o Manual se tornou uma enorme parte da minha vida.

Deixe uma resposta