Há muito tempo jogo e sou fã das corridas de verdade e das virtuais em Fórmula 1. Cresci assistindo Schumacher, as Ferraris, Alonso, e jogando muito, mas muito mesmo, uma fitinha de SNES que tinha lá em casa com a foto do Ayrton Senna. Desde aquela época, adoro F1, e isso só cresceu com o tempo.

Mas o tempo passa, e como passa! Foi tudo bem até a época do PS1, terminando no glorioso e já clássico game F1 2006, antes do game passar para as mãos da Codemasters. Foram 4 anos sem F1, até que coloquei minhas mãos em um game da franquia novamente.

O problema é: estava tudo muito complicado! Cheio de telas, botões, setups, assists… Acabei deixando o game de lado, meio frustrado. Até que resolvi dar mais uma chance a uma antiga paixão, e comprei F1 2016!

Me apaixonei novamente pelo game, e mesmo sendo ainda um novato das corridas, consegui finalmente me divertir! E como!

E como o Manual existe para descomplicar o complicado, não se esqueça de salvar nos favoritos esse guia rápido para você também se divertir bastante com o game!

 

1 – Assistências são suas amigas e inimigas

Embora seja extremamente prazeroso jogar F1, a comunidade de games de corrida pode ser um pouco ‘tóxica’. É comum demais jogadores humilharem outros apenas por eles utilizarem assistências, como controle de tração ou marcha manual. Eu sigo um outro caminho.

Quando compramos um jogo, ele serve o propósito principal de nos divertir. Se nos divertimos apenas correndo por algumas voltas e completando temporadas, ou simulando um carro de corrida por grande prêmios com 100% das voltas, cada um deve ter a experiência certa para que aproveite melhor o seu game.

Por isso, principalmente se você é novato, F1 vem cheio de assistências especiais para te ajudar. A principal delas é a ótima linha de corrida dinâmica, que te ajuda a entender os pontos de frenagem das curvas e onde estão os ‘Apex’, pontos corretos para facilitar a entrada e a saída das curvas. Vamos chegar lá logo mais no artigo!

Agora, um ponto é verdade. Caso você queira jogar competitivamente, ou sentir de fato o que é controlar uma máquina dessas, é melhor ir desligando as assistências de forma gradativa. Embora ajudem no controle do carro, conforme você tem mais experiência, deixá-las ligadas pode ser algo negativo, já que acaba tirando alguns segundos preciosos do seu tempo de volta.

Portanto, para resumir! Comece com as assistências ligadas ao seu modo, e vá desligando-as gradativamente para conseguir aproveitar cada vez mais seu game.

 

2 – Simule o máximo que conseguir um GP de F1

No passado, sempre me acostumei a jogar temporadas com até no máximo 10% ou 25% do total de voltas real da pista. Isso permite que você consiga simular mais rápido as temporadas, avançanco de um carro ruim até conseguir o posto de primeiro piloto de uma Ferrari, por exemplo.

O problema é que, segundo dicas de amigos e alguns vídeos na Internet, percebi o quanto esse lado é perigoso para você aproveitar o game da melhor maneira possível. 25% dá mais ou menos 11 voltas, e isso infelizmente torna impossível aproveitar tudo que F1 te oferece!

O ideal é que você coloque sempre 50% do total de voltas de um GP para ser o número de voltas que você irá percorrer em seguida. Mesmo que pareça muitas voltas correr 39 vezes no circuito de Mônaco, por exemplo, você irá aproveitar mais as mudanças de estratégias com pneus, uso de combustível, estratégia em pista (dirigir de modo agressivo ou conservador), e principalmente mudanças de clima, que não acontecem de forma constante em corridas mais curtas.

Por mais que seja legal completar vários GP’s e temporadas, mesmo que você complete menos com 50%, com certeza irá aproveitar muito mais dos seus finais de semana de corrida!

 

3 – Aprenda a estratégia de pneus

Já que entramos no campo de estratégia, impossível não mencionar as regras de pneus e como isso pode afetar a sua corrida no final de semana.

F1 2016 está impecável quando o assunto é gasto de pneus. Você gasta mais ou menos os seus pneus de acordo com o seu modo de direção, e é muito forte a diferença que você sente com seu carro de acordo com o pneu selecionado.

No total, existem 5 tipos diferentes de pneus: ultra macios (roxo), super macios (vermelho), macios (amarelo), médios (branco), duro (laranja). A cada final de semana de grande prêmio, você pode selecionar 3 tipos diferentes: Um macio, um médio e um duro, de acordo com o tipo de gasto de pneu da pista.

Por exemplo: Monaco é uma pista que te permite correr por muito tempo sem gastar demais do seu jogo de pneus. Nesse caso, você pode escolher entre ultra macios (macio), super macios (medio), ou macios (duro). Ao mesmo tempo, a Catalunha, um circuito que exige demais de seus pneus, só permite que você use macios (macio), médios (médio), duro (duro). É sempre um intervalo entre esses 5 jogos de pneu descritos acima.

Nesse caso, é importante saber que quanto mais macio o pneu for, mais aderência e performance o seu carro terá, e quanto mais duro o pneu for, mais voltas poderá percorrer com ele antes de ter que parar para um pit stop.

Com isso, é importante criar uma estratégia para que você se sinta confortável com os pneus escolhidos, e terminar a corrida do melhor modo possível. Além disso, é importante saber duas coisas: é obrigatório que você termine a corrida com pelo menos 1 jogo de pneu diferente do qual você começou, e em caso de chuva, você pode terminar até mesmo sem fazer pit stops, já que não há regras do tipo.

E como você sabe o quanto seu pneu dura e até onde pode levar certo jogo sem danificar sua corrida? Vamos a quarta dica, prática leva a perfeição!

 

4 – Sempre participe de todas as sessões de prática!

Até o jogo passado, correr em games de F1 se baseavam em apenas duas coisas: qualificação, e posteriormente, corrida. Por mais que um grande prêmio de corrida tenha três etapas, a começar pela sexta feira de prática, essa era muito ignorada por não fazer o menor sentido na sua evolução como corredor.

Pensando nisso, e pensando também o quanto essas sessões são extremamente importantes para os corredores na prática, a Codemasters elaborou um excelente plano: agora, existem três programas de aperfeiçoamento

O primeiro é o treino de aclimatização na pista. Você precisa passar nas curvas da melhor forma possível para ganhar pontos. Logo depois, o treino para conseguir cuidar dos seus pneus. Por fim, voltas rápidas para que você treine o seu tempo de volta!

Ou seja, em apenas 3 treinos, você não consegue somente atingir médias importantes, como também ganhar os valiosíssimos Resource Points. O que é isso? Veja!

 

5 – Evolua o potencial do seu time

Diferente de edições anteriores do jogo, onde as equipes continuavam com o mesmo nível de força do começo ao fim do modo carreira (que na verdade era só uma temporada com um piloto do grid atual), agora é possível colocar upgrades no seu carro, gastando o que as equipes chamam de Resource Points.

Esses pontos são ganhos fazendo corridas de testes, indo bem na qualificação e por fim na corrida. Entende agora o porque a sexta feira de treinos se tornou tão importante? Quanto melhor você for nela, mais rápido conseguirá evoluir o seu carro!

É possível melhorar 5 partes distintas do seu carro: Motor, Combustível, Peso, Aerodinâmica e ‘Arrasto’ do vento em relação ao seu carro. Sinta como está o seu monoposto, e evolua ele nos pontos mais importantes para a sua corrida!

 

6 – Crie uma história

Além de poder escolher o visual do seu piloto, cor do capacete e carro de ínicio, não há muito mais para definir o seu piloto. Você não pode dar entrevistas, e não há cutscenes entre as temporadas. O jogo é feito somente para você conseguir aproveitar o melhor nas pistas, e não muito fora delas.

Por isso, antes de começar a correr, é muito divertido começar a pensar no que faz o seu piloto ir as pistas. O que o motiva a correr? Quem é ele?

O meu, por exemplo, é um piloto brasileiro iniciante que divide a Sauber com Felipe Nasr, após um grande dinheiro investido pelo Banco do Brasil. Pretendo um dia chegar a Ferrari e conquistar o posto de campeão do mundo com a minha fabricante favorita.

Viu como é fácil? Colocar esses objetivos e micro história no jogo ajuda muito a fluir o seu tempo entre as competições!

 

7 – Assista aos vídeos de auxílio

Assim que começar o seu modo carreira, antes mesmo da primeira corrida, é possível acessar o menu de Tutoriais, logo no primeiro menu do jogo. Nele, você terá acesso a uma série de vídeos diferentes, que explicam conceitos básicos sobre o DRS, por exemplo, como regras de comportamento na pitlane.

Minha dica é: Assista todos! Por mais que você já seja experiente no mundo das corridas e possa achar que está pronto, ali tem muito conteúdo baseado nos controles e comandos do jogo no console, e isso com certeza irá te ajudar a chegar ainda mais longe no certame do automobilismo mundial

 

8 – Respeite as condições climáticas

Existe uma coisa em F1 2016 que assusta, ao mesmo tempo que encanta: a chuva. Existem dois modos principais, o de chuva fraca e o de chuva forte, e como disse, em uma corrida de 50% de duração, eles costumam oscilar bastante.

Quando cair um tempo ruim sobre a pista, o primeiro passo é: o engenheiro já te chamou para trocar os pneus? O período de transição entre um clima bom e ruim é extremamente dinâmico, podendo acontecer em questão de minutos, ou em questão de várias e várias voltas!

Por isso, ao ser chamado para o pit (você ouvirá seu engenheiro lhe perguntando sobre uma estratégia alternativa disponível), vá sem medo. Com o tempo você pega mais experiência e será capaz de prever quando isso irá acontecer.

E de verdade, aproveite ao máximo o momento! É extremamente divertido e prazeroso, e verá que dirigir o seu carro na chuva consegue ser tanto desafiador quanto recompensador!

 

9 – Economize os seus pneus e combustível

As vezes, em certos momentos, será necessário economizar ou seu combustível, ou seus pneus! Mas a questão é: como fazer isso?

É bem simples! Ou não, mas pelo menos temos uma resposta para o problema! Para você conseguir economizar o combustível de forma eficiente, você precisará estar correndo em marcha manual. Puxe para a marcha seguinte antes do contador de giros atingir o máximo. Isso irá tirar um pouco da potência do carro, mas conseguirá te ajudar muito na questão combustível!

Outro ponto importante é colocar a sua mistura de combustível no modo Lean. Mas não se preocupe, isso será explicado logo a seguir.

Para economizar seus pneus, você precisa primeiro mentalizar como um carro de F1 sofre das energias ao seu redor. Ele tem força de aceleração, freio e curva, para ser extremamente básico na explicação.

Para conseguir diminuir o atrito, é importante deixar no mínimo a quantidade de ações que influenciam o carro ao mesmo tempo. Frear enquanto faz uma curva, por exemplo, é uma prática que destrói os seus pneus a longo prazo. O mesmo acontece quando você acelera o carro enquanto ainda está na curva.

Ou seja, basicamente a dica é virar sem estar acelerando ou freando o carro ao mesmo tempo. Isso irá manter o atrito no mínimo, e o gasto dos seus pneus também.

Agora, finalmente, a última dica!

 

10 – Use o painel de contato com o seu engenheiro

Numa corrida, o seu engenheiro é o seu melhor amigo! É ele quem vai te dizer várias informações pertinentes ao seu carro e a sua corrida, e é muito importante saber usá-lo corretamente.

Ao apertar L1 ou LB, um menu surge onde você pode perguntar diversas coisas para o seu engenheiro! Entre as mais importantes, é possível saber quanto tempo está para o carro da frente ou de trás, quem está liderando a corrida, um verdadeiro climatempo com as informações meteorológicas do GP, entre várias outras!

Por fim, no menu, é possível trocar a sua mistura de combustível entre Lean, Standard e Rich. A primeira é a mais fraca, ideal para quando você quer economizar combustível ou quando está atrás de vários carros lentos. A Rich é a mais rápida, consome mais combustível e ajuda seu carro a ganhar cerca de 1 a 2 segundos por volta. Deve ser usada por até no máximo 3 voltas, já que depois disso há o risco de sobre usar o seu motor, levando a perda de potência. Por fim, o Standard é o meio termo entre os dois.

O seu menu também te ajuda a regular o próximo pit stop, e também quanto de combustível você tem na reserva. Ou seja, é essencial!

===|||===

Fique ligado para mais novidades do mundo de F1! O que você quer acompanhar no Manual? Converse com a gente e deixe a sua opinião diretamente nas nossas mensagens na página do Facebook!