Sabemos que a maioria dos leitores que acompanham o site também são mega fãs de futebol. O embate que acontece entre as 4 linhas é mágico e prende a atenção de muita gente, mas também serve como um ótimo refugo para poder passar o tempo e se distrair um pouco no dia a dia. Por isso que traremos hoje para vocês uma dica bem legal: Dream League Soccer!

Hoje temos poucas opções de games de futebol bons e divertidos no Mobile. Existem bons exemplos de gestão, mas a maioria sem jogabilidade e bola em campo. Por isso, quando Dream League Soccer surgiu revitalizado no mercado no ano passado, testamos e resolvemos trazer essa dica bem legal para você. Confira!

 

Uma mistura de FIFA e Master Liga

O mundo do futebol está louco! Aconteceu uma treta generalizada, e todas as ligas nacionais acabaram. Agora, todos os times se reúnem na chamada Dream League, que conta com 6 divisões e times de diversos lugares do continente europeu. Parece insano? Com certeza é! Mas é uma premissa que funciona, e muito, para a ideia que Dream League Soccer traz.

Nesse contexto maluco, você, jovem empreendedor, resolve criar um time de futebol. Essa história, que já foi contada diversas vezes em videogames do passado e hoje perde a força devido a licença e monetização exacerbada dos jogos atuais, retorna de forma bem interessante em Dream League. Aqui você controla o seu estádio, uniforme, escudo, jogadores, e tudo que um administrador/técnico poderia ter acesso em um time de futebol da vida real.

Acontece que, como é de se imaginar, você não consegue bater de frente com Real Madrid e Barcelona logo de cara. Você começa na sexta divisão, onde estão os piores times das ligas. Você poderá perceber que a divisão das equipes ficou bem legal, e uma grande melhora no nível de dificuldade a cada novo objetivo atingido fica bem perceptível.

Quando você inicia um novo time, tem a escolha de um jogador para ser o capitão da sua equipe. Você pode escolher jogadores bons, como Michael Carrick e Mkhitaryan, de diversas posições diferentes, mas a nossa dica aqui é que você invista em um bom jogador de ataque, porque é onde a maior parte do tempo as suas jogadas se concentrarão.

Logo depois, ganha um bônus para ajudar a montar o time, e é isso. O resto dessa história? Fica por sua conta! ;)

 

Jogabilidade fantástica

Acima, descrevemos apenas a parte Master Liga da nossa comparação. O FIFA fica por conta da jogabilidade e gráficos do game. Ele se parece muito com alguma versão antiga do game, como o FIFA 11. Gráficos um pouco serrilhados, jogabilidade pesada e pendendo para a simulação, com um toque de simplicidade digno de um bom jogo mobile.

Aqui, os comandos são simples. Você tem três botões na parte direita, que servem para indicar a força do toque na bola do jogador (esses botões são usados para passes, cruzamentos e chutes, o que muda é a intensidade do toque), e um D-Pad na parte esquerda, para movimentar o jogador na direção desejada e indicar também para onde deve ser mirado o toque na bola. E acabou. A movimentação do jogador é automática, e o resto fica por conta da direção e dos toques.

Existem alguns outros comandos especiais, mas isso é explicado no tutorial de início do game. Você também pode alterar a formação e o posicionamento dos jogadores, além da intensidade do jogo. Quanto mais parecido com a vida real você jogar, melhor serão seus resultados, o que é um ótimo sinal para um jogo que em tese deveria ser simples.

Por fim, é importante notar a velocidade com que os loadings do game são executados. Não há demora ou dificuldade para entrar em partidas, o que é essencial para aquela partida rápida antes da sua consulta no dentista.

 

Sistema de monetização falho

Por fim, é importante notar que o game falha muito no quesito monetização e apego a longo prazo do jogador. No começo, como dissemos, o jogador tem acesso a um capitão, que é um jogador ‘bom’, e mais 1000 coins, que dá direito a pelo menos mais um jogador do mesmo nível.

Acontece que, depois disso, conseguir os próximo jogadores muito bons demanda tempo. Você precisa avançar as divisões, jogar muitas partidas, assistir os vídeos de patrocinadores para ter chance de criar um pelotão de alto nível.

Por fim, é importante saber que, para avançar as divisões, você precisa de pelo menos certos estágios de avanço em seu estádio. É realmente difícil avançar muito apenas com grinding, mas mesmo assim, isso não ofusca completamente os pontos positivos do jogo, descritos acima.

 

==||==

Dream League Soccer é exatamente aquilo que pretende ser: um jogo fácil, simples, divertido, que peca um pouco na sua abusiva monetização, mas é bom de ter por perto para, naquela hora de necessidade, ter um jogo para se distrair que pareça com seu game de futebol predileto!

Fique ligado para mais novidades, e caso queira conversar com a gente, é só chamar na nossa página do Facebook! Até a próxima!